Mamoplastia de Redução

INFORMAÇÃO GERAL

A cirurgia estética às mamas não envolve apenas aspectos estéticos mas também físicos (de saúde), como no caso em que as pacientes possuem mamas excessivamente grandes e flácidas. Estas pacientes recorrem à mamoplastia de redução para aliviar o desconforto, as dores nas costas, alterações da curvatura da coluna causada pelo peso das mamas e até mesmo as infecções causadas pelo suor na região infra-mamária. A auto-imagem, auto-estima e auto-confiança ficam deveras alteradas pelo que esta é uma solução que deve ser adoptada.

A mamoplastia de redução tem como função corrigir os seios exageradamente grandes, flácidos e descaídos, que geralmente podem ocorrer após uma gravidez ou grandes emagrecimentos e resolve problemas de saúde, como alterações na coluna, dores nas costas, desconforto, entre outros.

 

DURAÇÃO DO PROCEDIMENTO

O procedimento pode demorar até 4 horas.

 

ANESTESIA

Este procedimento pode ser realizado com anestesia local, mas na grande maioria dos casos é preferível utilizar anestesia geral.

 

TEMPO DE INTERNAMENTO

Cada caso é um caso e de acordo com as primeiras horas do pós-operatório a situação será avaliada, contudo, no máximo poderá ficar internada 24 horas.

 

POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES

A Cirurgia de redução mamária não apresenta complicações graves. Podem surgir ligeiras alterações na cicatriz devido ao relaxamento dos pontos da sutura interna, mas são corrigidas sem dificuldades.

É comum o aparecimento de edema e hematoma durante a primeira semana que irão diminuindo após as primeiras semanas.

 

CUIDADOS PRÉ-OPERATÓRIOS

  • Não tomar aspirinas, ou outros medicamentos que alterem a coagulação sanguínea, nas duas semanas anteriores e posteriores à intervenção cirúrgica;
  • Ser-lhe-ão solicitados alguns exames de rotina pré-operatória que aumentam a confiança e a segurança do acto cirúrgico. O seu cirurgião solicitará a realização de análises sanguíneas e de urina, uma Raio-X de tórax e um electrocardiograma.
  • Poderá ser  necessário realizar uma mamografia para excluir possíveis problemas/doenças;
  • Se é fumadora deverá reduzir drasticamente os seus hábitos tabagicos para ajudar no pós-operatório a cicatrização.
  • Deverá juntar a isso um aumento da prática desportiva, predominantemente da parte respiratória;
  • Deverá levar consigo, para o hospital, o soutien recomendo pelo seu cirurgião.
  • Deverá cumprir no mínimo um jejum de 7 horas, com restrição de alimentos e líquidos, antes da hora da cirurgia.

 

CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS

  • Os pensos são trocados no segundo dia depois da cirurgia;
  • Os pontos são retirados progressivamente durante as duas semanas seguintes;
  • Deverá evitar esforços com os braços, nomeadamente elevações durante um mês;
  • Caso fique com inchaço e hematoma, deverá seguir as recomendações do seu cirurgião e aplicar o creme que ele lhe indicar;
  • Embora normalmente a sensibilidade volte ao normal entre o 3º e 6º mês, poderá levar mais algum tempo.

 

Deve saber que:

-      Os pensos compressivos são retirados após as primeiras 24 horas, são colocados com o intuído de reduzir o risco de hemorragia;

-      As suturas são retiradas progressivamente entre a primeira e a segunda semana após a cirurgia;

-      Ser-lhe-á, depois de retirados os pontos, aplicado um tratamento as cicatrizes de hidratação, para que estas não lhe causem desconforto;

-      Caso apresente um desconforto muito acentuado deverá entrar em contacto com o seu médico para que ele esteja informado;

-      O soutien deverá ser utilizado ininterruptamente (dia e noite), podendo ser retirado durante breves períodos a fim de aliviar a sensação de pressão constante.

 

É normal:

-      Dor no externo e costelas devido ao tratamento realizado sobre a inserção nos músculos destas zonas,

-      Sensação de formigueiro nas mãos e nos pés, perda de força nos braços e mãos, isto deve-se à posição em que esteve na marquesa cirúrgica, no bloco operatório;

-      Ligeiro desconforto nos seios, que podem ser aliviados com o tratamento recomendado pelo seu médico. Caso o tratamento não produza resultado, deverá entrar em contacto com o seu médico;

-      Ligeiro aumento de temperatura (até 38.0ºc) durante as primeiras 48 horas;

-      Ligeiro sangramento e/ou secreção sero-sanguinolenta através da cicatriz, durante as primeiras 48 horas.

-      Presença de edema - ocasionando o aumento do peito - que vai diminuindo progressivamente, desaparecendo a partir do 3º mês.

 

É Importante:

-      Não retirar o soutien para nada;

-      Poderá tomar banho de água tépida 72 horas após a cirurgia;

-      Dormir ou descansar com a cabeça ligeiramente levantada, evitando posturas laterais;

-      Manter os braços próximos do corpo durante as três primeiras semanas, evitando levantar objectos pesados e praticar actividades que exijam o movimento dos braços;

-      Não conduzir durante as duas primeiras semanas nem praticar exercícios violentos até passadas 8 semanas;

-      Massajar os seios com movimentos de baixo e para dentro, 48 após a cirurgia;

-      Não efectuar exposição solar até 2 meses depois da cirurgia.

 

EXPECTATIVAS

Apesar do resultado imediato ser muito bom, observa-se 70% do resultado final, somente num período mais tardio é que as mamas atingirão sua forma definitiva, cerca de 6 meses.

Geralmente a paciente fica bastante satisfeita com os resultados obtidos, recuperando assim a auto estima e auto-confiança.

Lembre-se que a sua auto-estima, vontade e dedicação ao pós-operatório fazem a diferença entre um bom e um mau resultado e isso está nas suas mãos.

 

 

 

RECOMENDAÇÃO ESPECIALISTA POS-OP